domingo, 11 de setembro de 2011

A liberdade é eterna.

Hoje 11 de Setembro, dez anos após o atentado aos EUA, podemos entender que a liberdade é eterna porque a vida é liberdade e a vida é eterna. Esta sempre se renovando, experimentando novas formas de vida, criando formas de vida  e formas de vida com consciência de que se esta vivo. A vida esta sempre vivendo.Após atentados terroristas, após destruição ambiental, após ideologias, após sóis que  se explodem, e planetas inteiros que se vão, a vida sempre persiste. Porque é livre, e essa liberdade  está no DNA de cada ser humano. A liberdade é eterna, por isso é paciente. Os ditadores são breves por isso estão sempre em desespero.
Bin Ladem se foi, Bush se foi, as torres gêmeas se foram, mas o povo americano está ai vivendo. O povo americano são pessoas, e pessoas vivas, com o DNA da liberdade, assim como os árabes que estão tirando os seus ditadores. Assim como em meu país as pessoas lutaram para derrubar os ditadores, Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai.Peru, Colômbia. Assim como os Europeus derrubaram Franco, Salazar, Hitler, Mussolini. Os franceses derrubaram os seus reis tiranos, depois os argelinos lutaram contra a ditadura francesa em seu território. E os russos se desfizeram do  comunismo.Os sul africanos derrubaram o Apartheid. Mostrando que a vida é livre. Assim como os cubanos iram ter liberdade e os venezuelanos, e depois os  norte-coreanos e os chineses, e iranianos e todos os países em ditadura na África. A história sempre nos disse que as ditaduras são breves. O Talibã foi destruído junto com os atentados. Ninguém os quer. Claro que outros ditadores iram surgir, surgem a todos instante. E surgem também pequenos terroristas em  nosso dia a dia sempre nos causando algum tipo de medo. Medo religioso, medo politico, medo de sobrevivência. Dependência de drogas. Não dêem ouvidos a eles, porque   a vida nunca deixara de considerar que eles são breves diante de sua eternidade.