quarta-feira, 4 de maio de 2011

A bondade.

" Eu acredito que há pessoas boas por ai, porque a bondade esta em mim também". - Disse-me um homem ontem a tarde quando bateu em minha porta pedindo algo para comer. Ele estava  há dias sem tomar banho, roupas sujas de dormir ao chão, olhos cansados, sorriso força. Ele me disse que a alguns anos mendigava.  Parecia magoado,  de uma magoa profunda que seus olhos não escondia e mesmo assim ainda era capaz de investir e manter o bom senso sobre as  outras coisas da vida.

Eu  o convidei a tomar um banho, comer algo quente e feito na hora e lhe dei  algumas roupas, ele me agradeceu.
" Eu acredito que há pessoas boas por ai porque a bondade está em mim também."
Sei que muitos vão dizer que louco que fui, levar para dentro de sua casa um estranho e ainda mais mendigo.  E aqueles  que vão dizer que fiz isso para mostrar o quanto sou bom.
Tudo bem! Vamos lá!

O que importa é que senti nos olhos daquele homem uma bondade, a mesma bondade que está em mim ou em qualquer outro e que mesmo que  a gente se esqueça dessa bondade nas adversidades e luta do dia, ela está ali uma hora o outra se manifesta. A gente nem percebe e  bondade já se fez, dominou se exerceu. As vezes algo que nem mesmo podemos controlar. Talvez como a raiva! Não sei! 

E no final das contas conversamos sobre tantas coisas e apreendi muito com ele. Filosofar não é para todos, ouvir  sim. Viver então...