quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O vice- presidente.

José de Alencar o nosso vice-presidente entrou numa fase ruim com a sua doença. E estranhamente como se cumprindo uma missão,ele que vinha carregando essa doença durante esses oitos anos de mandato do Presidente Lula e sempre ao lado dele, parece está se entregando agora que o mandato está acabando.
José de Alencar certamente entrou para história oficial e clara do Brasil assim como o presidente Lula.
E peço a todos que ler esse Blog que independente de crença, vamos orar e agradecer pela luta desse homem que lutou por esse país e provou a todos que a hombridade a fé o foco num objetivo e que descobriu ser capaz de ir até onde foi e fazer o que fez. Obrigado José Alencar- vice presidente do Brasil, mas Vice com a força de Presidente.

Contador gratuito
Entre nessa contagem


Amigo, que bom encontrar um amigo.

Como é bom encontrar um amigo que há anos não se vê. É um prazer ver que ele está bem e a gente estando bem  também. Ai então a felicidade é plena.

Reflexões sobre a beleza.

Entender o olhar de uma pessoa sobre a outra é uma missão impossível. Porque o que um vê no outro o outro não vê o mesmo. Isso parece óbvio, mas as vezes parece tão disperso de nossas atitudes. Por isso quando o meu amigo na mesa do bar falou que a sua cunhada não gostava de homem bonito. A principio me pareceu preconceito. Sim preconceito com a beleza : Porque o cara é bonito ou é gay, ou é  galinha ou é chato. Nada contra os gay ou os galinhas e dos chatos eu só quero distância. Mas esse conceito de que a beleza não é confiável, me parece mais uma inveja revestida de preconceito. As vezes pode ser um conceito de gosto. É que somos seres o tempo todo se defendendo do outro e assim criamos conceitos para nos proteger de alguma decepção ou negação.  Ou seja um fora ou um pé na bunda. Somos assim. E também o belo sempre parece alguém distante. Como o feio demais nos parece desprezível. A verdade é  que apenas uma pequena porcentagem da população mundial é o que todos podem  dizer belo. Os demais como nós somos de médio para feio. Mas como somos maioria é mais fácil encontra um igual a nós e enfiar garganta abaixo... aquela historia final de que encontramos a pessoa certa... E tudo bem. A vida é uma escolha constante por isso somos livre. Mas é preciso derrubar os nossos preconceitos  contra as pessoas bonitas e belas, e as feias e muitos feias.  Pré-conceito  é o que de mais feio, barato e desprezivel podemos produzir.

Mulherada ainda...

Ainda na mesma madrugada de calor e prazer e  no mesmo bar um outro amigo disse:
-Eu perguntei se minha mulher me achava bonito!
Todos sorriam...
- Ela disse que não! Que eu era homem e homem não é bonito! Ela jamais se casaria com um homem bonito.
- Mas ela é feia!
- É minha mulher pra mim tá bom.
Então tá.

Férias ....e o velho assunto com os amigos...

Enfim férias! E aqueles dias em que se não faz nada, e até estranhamos com o fato de não fazer nada, já que estamos  acostumados a trabalhar e trabalhar onde o trabalho é o auge de nossa vida social. Mas vamos lá! Férias. E os dias vão se indo como se a segunda feira fosse uma prolongação de sábados e domingos. É aquela coisa de poder ir dormir lá pelas três da madruga assistindo filmes ou conversando com amigos em bares, sem se importar em acordar as seis da manhã no dia seguinte. E sendo assim, ao prolongar a vagabundice do domingo até as três da manhã de uma segunda feira em pleno Dezembro calor e clima gostoso, principalmente com amigos no mesmo perioldo de férias, que numa mesa redonda de uma boteco próximo de casa, cheio de gente como agente, é que inevitavelmente o assunto mulher veio a mesa.
Mulher gostosa, mulher chata, mulher que pega no pé. Até da Dilma alguém falou.
Mas após tantas teorias de boteco sobre a mulherada, um amigo veio com essa.
-A maioria da mulherada não ama...
Ama? Um homem falando de amor! A bebida abre portas que nem sabíamos estar dentro da gente...
E ele insistiu quando todos ficaram com cara de interrogação.
- Mulher não ama, mesmo. Ou se ama ela é que sabe lidar com esse sentimento que a gente não sabe.
-Como é que é?
-É simples. Voceis conhecem alguma mulher que caiu na sarjeta por causa de um homem. Alguma mulher que caiu na bebedeira por causa de um homem? Não, é difícil.E sabem porque!  Porque quando uma mulher ama ela faz de tudo pra ficar com o cara e se não  ficar, ela se vinga, não chora nem bebe nem cai na sarjeta que nem nois. Bando de mela cuecas que chora e se perder por qualquer mulher. Mulher é o bicho mais forte que conheço.
Todos silenciaram-se.